Estudo

Asp Sepsis

PREVISÃO DE TÉRMINO:


REGISTRO:


CENTROS ENVOLVIDOS:


APOIADORES / PATROCINADORES:


LINKS RELEVANTES:


CONTATO:



Impacto do uso de aspirina na intensidade das disfunções orgânicas de pacientes com sepse e choque séptico: um estudo randomizado, duplo-cego, placebo-controlado.

Estudo randomizado, pragmático, multicêntrico, com cegamento de pacientes e equipe de saúde.

O objetivo primário do trabalho é avaliar se o uso de aspirina reduz a intensidade de disfunção orgânica medida pela variação do escore SOFA da inclusão ao sétimo dia. Além disso, como objetivos secundários avaliaremos se o uso de aspirina reduz o tempo de ventilação mecânica, tempo de uso de vasopressor, lesão renal, tempo de internação na UTI e no hospital, bem como a segurança de sua administração quanto a ocorrência de sangramento.

Os participantes deverão ter perfil de alta gravidade e precocidade do início do tratamento em relação ao momento do diagnóstico de sepse. Dessa forma, os pacientes elegíveis serão maiores de 18 anos, com diagnóstico de sepse e/ou choque séptico há menos de 48 horas que apresentem pelo menos uma das seguintes disfunções orgânicas no momento da randomização: lactato acima de 4mmol/L (36mg/dL), ou plaquetopenia < 100.000/mm3 ou redução > 50% na contagem nos últimos 3 dias, ou PaO2/FiO2 < 200 sem sinais de sobrecarga volêmica aparente, ou hipotensão PAM < 65mmHg refratária a reposição volêmica com necessidade de uso de vasopressor.

Desfecho primário: variação do escore SOFA entre D7 e D0

Desfechos secundários: morte na UTI, dias livres de ventilação mecânica em 28 dias, dias livres de vasopressor em 28 dias, dias livres de terapia de substituição renal, tempo de internação na UTI, tempo de internação hospitalar, ocorrência de eventos adversos graves, sangramento grave, número de concentrados de hemácias recebidos nos primeiros 14 dias.

Os tratamentos a serem comparados no estudo são aspirina 200 mg ao dia por 7 dias e placebo.

Serão necessários 120 pacientes em cada braço do estudo, num total de 240 pacientes. O estudo está em andamento, recrutando e tem data prevista para término em novembro de 2023.


LogoBRICnet

Brazilian Research in Intensive Care Network – BRICNet, uma rede brasileira, independente e colaborativa para a realização de estudos clínicos na área de medicina intensiva.

Publicações recentes