Sobre nós

Quem somos?


A BRICNet – Rede Brasileira de Pesquisa em Terapia Intensiva – é uma associação de intensivistas, clínicos e/ou pesquisadores, comprometidos em ser a organização de referência no Brasil na condução de pesquisas clínicas colaborativas, regionais ou internacionais, iniciadas por investigadores, que promovam o avanço na assistência ao paciente gravemente enfermo. Em particular, focamos em questões de alta relevância para o Brasil e outros países em desenvolvimento.

Para tanto, temos como objetivos:

● Apoiar e conduzir estudos clínicos colaborativos, de alta qualidade e com alto impacto em desfechos clínicos relevantes para os pacientes gravemente enfermos.

● Apoiar e conduzir estudos clínicos colaborativos e outras iniciativas focadas na redução do hiato entre os conhecimentos provenientes de pesquisas e a prática clínica, visando prover excelência na assistência ao paciente gravemente enfermo.

● Promover avanços no conhecimento de metodologia de pesquisa clínica e redação científica entre profissionais de saúde intensivistas brasileiros, por meio de atividades e publicações científicas.

A BRICNET se estrutura por meio de um Comitê Executivo, Comitê Científico e afiliados. O Comitê Executivo é formado por um subgrupo de membros do Comitê Científico. A afiliação individual pode ser feita via cadastro no nosso website.

A BRICNet foi fundada em 2006, a partir de quando iniciou estudos observacionais colaborativos. Logo após 2010 iniciaram estudos randomizados colaborativos conduzidos pela BRICNet. Em 2014, houve uma reorganização da BRICNet com lançamento do seu Termo de Referência, que estipula os principais regramentos do grupo. Em 2018, a BRICNet foi registrada como associação formal em cartório.


Filie-se!

Se você é pesquisador, médico ou profissional de saúde e tem interesse em participar de estudos clínicos da BRICNet, envie um e-mail para:

LogoBRICnet

Brazilian Research in Intensive Care Network – BRICNet, uma rede brasileira, independente e colaborativa para a realização de estudos clínicos na área de medicina intensiva.

Publicações recentes